Luciano Siqueira: Bolsonaro e seus limites

Blog do Renato

No pressuposto de que pode tudo por ter sido eleito surfando na onda da negação da política, Bolsonaro tenta disfarçar sua incontornável incapacidade de governar promovendo escaramuças intermitentes contra inimigos, reais ou imaginários.

Uma necessidade visceral da estratégia do caos, meio caminho andado para uma aventura totalitária com lampejos fascistas.

Diz-se que a vigência da Constituição se interpõe aos seus intentos, via um STF atento e predisposto a enfrentá-lo, tanto mais quanto agredido e ameaçado pelas hordas fascistóides nas quais o presidente se apoia.

Mas o buraco é mais embaixo, está na correlação de forças real.

Aqui e alhures, em qualquer época, a maldita correlação de forças determina o que pode ou o que não pode ser feito mesmo pelo mais poderoso dos exércitos.

O bolsonarismo – essa coisa a um só tempo real e fantasiosa – não pode tudo, como bem deseja seu líder.

No meio do seu caminho…

Ver o post original 286 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s