Paulo Kliass: Governo reduz meta de inflação para encobrir fracasso na economia

Blog do Renato

O Conselho Monetário Nacional (CMN) anunciou a redução da meta de inflação de 4,5% para 4,25% em 2019 e para 4% em 2020. É a primeira vez em 14 anos que o centro da meta é reduzido. Para o economista Paulo Kliass, a decisão faz parte da retórica do governo, que tenta passar a imagem de eficiência e responsabilidade. “Querem desviar o debate do fracasso que está sendo a política econômica hoje para tentar vender o peixe de que, em 2019, a coisa estará controlada. Mas não há essa garantia”, diz.

“Eles estão reduzindo inflação porque estão quebrando o país”, diz Kliass.

O CMN também modificou a maneira como divulga a meta para a inflação. Até então, ela era informada com dois anos de antecedência . A partir de agora, a meta passa a ser divulgada três anos antes.

O sistema de meta de inflação foi adotado pelo Brasil como…

Ver o post original 1.057 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s