Haroldo Lima: Vicissitudes da indústria nacional em petróleo e gás

Blog do Renato

Foi rica em lições a audiência pública realizada pela ANP, em 18 de abril passado, sobre o pedido da Petrobras de não cumprimento do conteúdo local na Unidade Estacionária de Produção, UEP, de Libra.

Dois pólos se confrontaram. De um lado, a Petrobras e o Instituto Brasileiro do Petróleo, sustentando o pleito da primeira, de waiver na UEP, ou seja, de autorização para não cumprir nessa plataforma os índices de conteúdo local; de outro lado, centenas de participantes de Federações de indústrias, de Associações e Sindicatos patronais, de trabalhadores e de técnicos, além de entidades como a de Máquinas e Equipamentos, a Abimaq; a da área Naval, o Sinaval; a de Tubos, a Abitam; a do setor Elétrico e Eletrônico, a Abnee; a dos Consultores de Engenharia, a ABCE; e diversos Estaleiros, todos defendendo um espaço mínimo para a indústria nacional e o respeito ao contrato firmado .

Os que…

Ver o post original 972 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s