Em mais um recuo do governo, votação da Previdência fica para maio

Blog do Renato

A oposição pressionou e o governo foi obrigado a aceitar o adiamento da votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados para o início de maio. O recuo foi mais uma derrota do governo que queria iniciar a apreciação já na semana que vem. Nesta terça (18), o governo foi derrotado na tentativa de votação da urgência para a reforma trabalhista.

Agência Câmara

Deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ)

Deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ)

Agendada para 9 horas, a sessão desta quarta-feira (19) só foi iniciada às 11 horas, como resultado da movimentação intensa da oposição, que ameaçava obstruir a sessão para adiar a votação da reforma, já que considera o projeto uma violação aos direitos.

“Estamos utilizando todos os instrumentos regimentais para adiar não só a discussão como a votação pela Câmara. A base do governo está muito assustada com o dia 28, e querem, de qualquer maneira, votar antes dessa…

Ver o post original 364 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s