Reforma da Previdência: “ninguém vai querer ser professor”

A secretária de Relações de Gênero da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Isis Tavares, representou a entidade, nesta quinta-feira (23), na audiência pública “As consequências da Reforma da Previdência na vida das mulheres” no Senado Federal. A audiência ocorreu dentro da Pauta Feminina da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, presidida pelo senador Paulo Paim. A senadora Vanessa Grazziotin, procuradora da mulher no Senado, fez a abertura da audiência.

17457279_1397503533639472_4467809082075363880_nIsis Tavares

A explanação contou também com outras mulheres representativas de entidades como a Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais (Contag), Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), o Instituto dos Advogados Previdenciários (Iape), entre outras, além de professoras.

Isis concentrou sua exposição na quase totalidade de profissionais do sexo feminino na educação básica do país e como essa parcela do magistério será duramente afetada caso a reforma seja aprovada. Isso também por causa da aposentadoria…

Ver o post original 339 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s