Terceirização escraviza, mutila e mata: em nove tópicos explicamos porque o projeto é nocivo aos trabalhadores e à toda sociedade

CTB Educação - RS

5108001630dcc45efd0e139e5d310e06

Com a reforma trabalhista prestes a ser aprovada e a Previdenciária engatilhada, o governo golpista Temer (PMDB) quer incluir a regulamentação da terceirização nas relações de trabalho em seu pacote de maldades contra a população brasileira.

Está prevista a votação, amanhã, como único item da pauta, a terceirização total e irrestrita para todos os setores e profissões.

O texto de 1998, aprovado pelo Senado na era FHC, permite a terceirização irrestrita de todas as atividades.

Isso significa o fim de férias, 13º salário, horas-extras, jornada de até 12h de trabalho e apenas 30 minutos para almoço ou janta do trabalhador.

A nova lei abre as portas para que as empresas possam subcontratar todos os seus serviços. Hoje, somente atividades secundárias podem ser delegadas a outras empresas, como, por exemplo, a limpeza e manutenção de máquinas.
Entidades de trabalhadores, auditores fiscais, procuradores do trabalho e juízes trabalhistas explicam, em nove tópicos…

Ver o post original 636 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s