Jô Moraes: Ruptura democrática penaliza as mulheres

Blog do Renato

Neste simbólico 8 de março do ano de 2017, em todo o mundo, as mulheres decidiram fazer movimentos para mostrar como ficaria “um mundo sem mulher”. Greves, protestos de rua, mobilizações nas redes sociais serão a forma com que, as vozes roucas das mulheres “esgotadas” de tanto resistir falarão ao mundo.

A ideia é chamar atenção para a permanente desigualdade, discriminações e violência cotidiana a que são submetidas no mercado de trabalho, no espaço da política, no escuro do quarto e nas ruas.

Neste ano, comemoramos e registramos importantes datas de nossas lutas. Há 85 anos conquistávamos o voto feminino. Há 40 anos a Organização das Nações Unidas deliberava sobre a incorporação do 8 de março como Dia Internacional da Mulher. Completamos 160 anos da provável greve das operárias têxteis de Nova York que teria ocorrido em 1857 referência de homenagem para a data internacional.

Mas eu queria trazer mais…

Ver o post original 645 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s