Luciana Santos: 85 anos de voto feminino na perspectiva da resistência

Blog do Renato

Resistência foi o mote para as declarações da presidenta do Partido Comunista do Brasil, a deputada federal Luciana Santos (PCdoB-PE), ao comentar os 85 anos do voto feminino no Brasil, comemorados nesta sexta-feira (24). “Nós vivemos uma onda conservadora que ocorre no mundo e no Brasil não tem sido diferente. Em momentos como esse, a luta contrua a opressão de maneira geral e contra a opressão de gênero ganham contornos de muita resistência”, declarou ao portal Vermelho Luciana.

Reprodução TSE

No dia 24 de fevereiro de 1932 as mulheres conquistaram o direito de votar no Brasil, resultado de intensa campanha nacional. No entanto, havia restrições e só podiam escolher os governantes mulheres casadas, com autorização dos maridos, viúvas e solteiras. Estas deveriam viver de seus próprios rendimentos. Dois anos depois o direito foi ampliado a todas as mulheres e a partir de 1964 o voto feminino passou a ser obrigatório.

Ver o post original 286 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s