Jandira Feghali: Bandeja de prata

Blog do Renato

O machismo incontido do Governo Temer não está restrito apenas ao campo simbólico de sua chegada ilegítima ao poder, com um ministério majoritariamente masculino e a derrubada da primeira mulher eleita na História. Sua proposta de Reforma da Previdência atinge frontalmente as mulheres brasileiras ao negar-lhes o direito à aposentadoria diferenciada.

Nossa árdua batalha está sendo na Comissão da Reforma da Previdência, contra a aprovação da PEC 287/16. Com ela, a idade mínima de 65 anos e o tempo de contribuição de 49 anos será exigido de homens e mulheres. Para as mulheres, é um verdadeiro desrespeito às especificidades do mercado de trabalho e das, ainda não compartilhadas, tarefas domésticas. Hoje, as mulheres podem se aposentar com 30 anos de contribuição, sem a exigência de uma idade mínima, como também aos 60 anos de idade e com 15 anos de contribuições. A partir da reforma, elas terão de desembolsar 49…

Ver o post original 462 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s