Vanessa Grazziotin: Posição que garanta enfrentar os embates de 2017

Blog do Renato

“Adotar uma posição que garanta, a nós e ao movimento popular, não apenas marcar posição, mas melhores condições de enfrentar esses duros embates”, afirmou a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) em artigo sobre os desafios da pauta política no Brasil no ano de 2017, a começar pela escolha da mesa diretora do Senado. O artigo foi publicado nesta terça-feira (31) na Folha de S. Paulo.

Agência Senado

Vanessa Grazziotin: Adotar posição que garanta enfrentar os duros embates

Vanessa Grazziotin: Adotar posição que garanta enfrentar os duros embates

Para a senadora, o Brasil vive um momento atípico em que democracia está sendo golpeada e principalmente nestes períodos se faz necessário “a união das forças” populares e progressistas “para impedir o retrocesso nos direitos sociais e que o patrimônio público seja dilapidado”.

“As novas medidas antipovo e antinação anunciadas por Temer explicitam o real objetivo do golpe: trocar a política social em curso pelos velhos fundamentos neoliberais e parar as operações de…

Ver o post original 235 mais palavras

Anúncios

Altamiro Borges: Eike Batista e os farsantes da mídia – Portal Vermelho

A imprensa brasileira é mesmo muito cínica e cruel. Durante vários anos, ela endeusou o empresário Eike Batista. Jornalões, revistonas e emissoras de tevê e rádio exibiam o ricaço como um exemplo de sucesso, como a expressão mais reluzente do “deus-mercado”. Depois, quando surgiram as primeiras denúncias de suas falcatruas, a mídia passou a criticá-lo – não com a mesma contundência com que escandaliza os “políticos sujos” e as “estatais corruptas”. Por Altamiro Borges*, em seu blog

Fonte: Altamiro Borges: Eike Batista e os farsantes da mídia – Portal Vermelho

A maior ameaça aos direitos trabalhistas da história recente

Blog do Renato

Editorial do Portal Vermelho

A Câmara dos Deputados vai reiniciar suas atividades legislativas neste dia 1º de fevereiro e, com elas, abre-se o período da votação dos atentados que o governo golpista de Michel Temer planeja contra o povo e os trabalhadores, como a reforma trabalhista e a previdenciária.

São ameaças graves contra os trabalhadores. A reforma trabalhista, que o grupo que assumiu o governo quer fazer tramitar a toque de caixa, representa uma mudança tão profunda na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que nem a ditadura de 1964 ousou cometer.

Contra a ameaça representada pela reforma trabalhista neoliberal que Temer quer impor aos trabalhadores, em meados de janeiro as centrais sindicais (CTB, CUT, CSB, Força Sindical, Nova Central e UGT) manifestaram-se para que não seja pedido urgência, por Michel Temer, para a tramitação do Projeto de Lei (PL) 6.787, que prevê aquela reforma. Para os sindicalistas, uma mudança…

Ver o post original 299 mais palavras

Encontro dos secundaristas da década de 1980

Blog do Renato

Neste final de semana ocorreu o 1. Encontro dos Secundaristas dos Anos 80. Foi um momento raro para reencontrar os amigos, relembrar histórias, atualizar informações. Foi muito importante acompanhar todo o processo de preparação deste Encontro e desta maneira divulgar e postar as fotos para quem não teve condições de comparecer.

Fui convidado e pude relatar minhas opiniões sobre a atual situação do país, comparando-a com o que houve neste país na década de 1980 quando acabava de voltar de longo exílio político fora do Brasil, em função da ditadura militar que mergulhou o país em um período de autoritarismo, de violência contra o povo e de ausência da liberdade política.

Esta geração de secundaristas foram verdadeiros heróis da resistência do movimento social nas ruas e nas escolas contribuindo sobremaneira para a conquista da democratização a partir de 1984 e 1985 quando o Partido Comunista do Brasil conquistou a legalidade…

Ver o post original 14 mais palavras

Dilma na Itália: O Brasil precisa hoje de um banho de democracia

Blog do Renato

Em viagem à Itália para participar do seminário “A solidão da democracia”, realizado nesta sexta-feira (27), na Universidade de Salento em Lecce, no sul da Itália, Dilma Rousseff afirmou que acredita na força do povo brasileiro para impedir um outro golpe de Estado no Brasil nas eleições de 2018. “Eu acredito na democracia. O Brasil precisa hoje de um banho de democracia. E isso, você só tem pelo voto”, alegou a presidenta dizendo que defender a democracia é a única arma contra a desigualdade.

Foto: Reprodução/Facebook

Dilma na ItáliaDilma na Itália

Para Dilma, não é possível conceber uma sociedade igualitária reduzindo os espaços de expressão política, como a história provou ao implantar regimes antidemocráticos. “Defender a participação, o debate, e assegurar que se ampliem os espaços de expressão são as únicas armas que temos”, disse. “A democracia passou a ter um papel central no nosso mundo. Ela torna nítido o que é…

Ver o post original 121 mais palavras