Temer tenta negar crise política com entrevista atípica no domingo

Blog do Renato

O presidente ilegítimo Michel Temer convocou uma entrevista coletiva atípica neste domingo (27), para tentar abafar a crise política. Na abertura da entrevista, Temer reconhece que a coletiva foi resultado das manifestações de rua, sem citar que elas cresceram a partir das denúncias de crimes de tráfico de influência dos seus ministros e do dele próprio.

Temer tenta ignorar crise, mas reconhece que a coletiva foi convocada em função das crescentes manifestações de rua.

A fala começou ao meio-dia, reunindo os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para passar a ideia de que a união deles permite a governabilidade em meio a manifestações crescentes de rua e de parlamentares da oposição por um pedido de impeachment contra Temer.

Em um pequeno discurso, em que ignorou todas as acusações que pesam sobre seu governo, ele ressaltou as matérias enviadas pelo Poder Executivo ao…

Ver o post original 245 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s