Aragão e o retrato do caráter de Janot (Carta Aberta de Eugênio Aragão a Rodrigo Janot)

Luíz Müller Blog

POR FERNANDO BRITO no TIJOLAÇO

 aragaojanot

Eu ia escrever sobre o final da cena circense dos procuradores da Lava Jato, uns rapazes arrogantes, que não acusam com fatos, mas com uma adjetivação feroz e autoritária, transformando suas convicções (ou seus conceitos previamente formulados).

Mas, quando li no Blog do Marcelo Auler a carta aberta de do ex-vice-procurador geral e ex-Ministro da Justiça, Eugênio Aragão a Rodrigo Janot achei melhor publicá-la também, com um ligeiro comentário.

Poucas vezes o caráter de um homem foi tão reveladoramente desnudado como foi o do Procurador Geral da República.

Janot não é o chefe da PGR, escolheu reduzir-se a um homem que se subordina à um grupo de prepotentes que se assenhoreou da instituição.

Um documento para ficar para a história

Carta aberta de Eugênio Aragão a Rodrigo Janot

“Praecepta iuris sunt haec: honeste vivere, alterum non laedere, suum cuique tribuere” (Ulpiano)
“Os preceitos do direitos…

Ver o post original 3.699 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s